01 Nota da Assembleia Popular Horizontal acerca dos recessos de serviços prestados pela Câmara

Belo Horizonte, 06 de julho de 2013.
Apesar do esforço dos ocupantes da Assembleia Popular Horizontal em conversar com a mesa da Câmara Municipal, como temos conversado com o poder público, não houve interesse por parte dos vereadores em dialogar. Deixamos claro que nossa relação com os funcionários e seguranças da Câmara é bastante cordial e cooperativa.
Informamos que em 29 de julho, dia em que foi votada em regime extraordinário a isenção do ISS das empresas de ônibus, os vereadores decretaram recesso das suas atividades. Pedimos o esclarecimento da Câmara de Vereadores sobre a razão da liberação de parte do poder técnico administrativo e de serviços básicos oferecidos, como o Restaurante Popular, emissão de carteiras de identidade e Internet Popular quando há a nítida possibilidade que câmara continue a trabalhar normalmente.Também pedimos a revisão rotineira do bebedouro, que está sem possibilidade utilização.
Não houve resposta alguma por parte da mesa diretora, que se recusa a conversar com a Assembleia Popular de Belo Horizonte. Isso tudo reproduz o modo como os vereadores e instituições lidam com as demandas da população!
Assembleia Popular Horizontal de Belo Horizonte
Poder para o povo!

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License