22/06 Vítima da manifestação

Meu nome é Clayton Alves Vilaça, tenho 29 anos e sou estudante da Faculdade de Letras da UFMG. No último dia 22, fui atingido por uma bomba de efeito "moral" durante a manifestação na rua Abraão Caram. Tive um corte profundo na perna direita, fui socorrido por uma aluna do curso de enfermagem (não tenho nome nem contato), que me encaminhou para uma viatura da polícia.

Após 25 minutos de espera, o SAMU chegou ao local, levando eu e mais outros 4 feridos para o hospital Risoleta Neves. Éramos 3 mais jovens, um senhor de 40 anos e um idoso de 68 anos, todos vítimas de bomba. Fui prontamente atendido no hospital, até porque fomos os primeiros feridos a chegarem lá. Lembro de ter visto um policial militar coletando nome de alguns feridos, mas não chegou a conversar comigo. Pegou dois ou três nomes e foi embora.

Recebi 7 pontos na perna, ainda tenho o estilhaço (pedaço de borracha branca) guardado comigo, além das receitas médicas e essa foto que tirei durante a cirurgia.

ngtx6d.jpg

Posso enviá-los, caso haja necessidade.

Grato pela ajuda!

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License