Pequeno comentário sobre o encontro com o prefeito Márcio Lacerda

por Paulo Rocha

Fui um dos delegados da Assembleia Popular Horizontal (estamos Ocupando a Câmara de Belo Horizonte) que ontem, dia 3 de julho, encontrou com o prefeito Márcio Lacerda referente as nossas pautas imediatas de reinvidicação.

Além de frases ditas por ele que confirmaram que o limite entre a má fé e a burrice são MUITO tênues (desde sorrir quando alguém diz que uma ocupação foi despejada com o Caveirão, dizer para um companheiro que ele iria se orgulhar por ter inalado muito gás lacrimogênio, afirmar que lavava as mãos caso a polícia intervisse na Ocupa, de tremer e constantemente piscar por ser finalmente pressionado, etc), mostrou a forma autoritária que lida com a população e no meio da negociação levantou-se e foi embora.

Obviamente a imprensa foi atrás dela, enquanto nossa delegação permaneceu na sala de negociação, decidida a permanecer lá até que ele voltasse e assinasse nosso ofício.

Depois de um longo tempo o prefeito percebeu o tiro no pé que seria deixar que ficassemos lá ocupados (e estavamos dispostos, diga-se de passagem), voltou e mais uma vez mostrou como sabe bem lidar com movimentos sociais pois a todo momento o que fez foi tentar deslegitima-lo. A discussão permaneceu e ele assinou o ofício.

Confesso que foi bastante prazeroso ver o prefeito contra a parede, porém não arrancamos nenhuma vitória concreta e imediata, isso de fato me deixou bastante triste (apesar de que confesso, não tinha esperança de que isso acontecesse). Acho de fato que todas essas lutas precisam arrancar um efeito concreto para os proletarizados e é um dos motivos que me fez ir até lá… porém, o que eu vejo é que o poder intransigente dobra-se com a negação radical e prática do próprio poder, é por isso que decidimos continuar a ocupação e que devemos aumentar ainda mais nossas mobilizações e radicalidade!

Obviamente que no final Lacerda queria apertar a mão de cada um, coisa que de fato eu me recusei e ele disse com todo seu cinismo que respeitava minha opinião.

Deixe o seu comentário

Add a New Comment
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License